terça-feira, 14 de março de 2017

A NOSSA VINHA NÃO PODE VIRAR HORTA


I REIS - CAPÍTULO 21. 1-31 - A VINHA DE NABOTE



Provérbios 24. 30-34 - “Passei pelo campo do preguiçoso e junto à vinha do homem falto de entendimento; e eis que toda estava cheia de cardos, e a sua superfície, coberta de urtigas, e a sua parede estava derribada. O que tendo eu visto, o considerei; e, vendo-o, recebi instrução. Um pouco de sono, adormecendo um pouco, encruzando as mãos outro pouco, para estar deitado. Assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado.” Para cuidar da vinha é necessário estar Acordado / Vigilante / Atento / Desperto.


INTRODUÇÃO: (Data cerca de 560 a.C) Exílio Babilônico.

Contexto – Cap. 20 apresenta o conflito militar entre Acabe Rei de Israel e Ben-Hadade Rei da Síria + 32 reis. Entretanto, Acabe acaba poupando a Bem-Hadade o que resulta em uma repreensão por parte de um profeta do Senhor o que provoca desgosto e indignação a Acabe (20.43). observe que Deus é revelado como: DEUS DOS MONTES / DEUS DOS VALES. A interpretação se dá a partir da manifestação de Deus em diversas ocasiões, isto é, nos Montes e nos Vales – Deus atuando “em cima e em baixo” – Isto nos permite compreender que Deus está sempre presente.

Ø  Acabe tinha duas residências, uma em Samaria, residência de inverno e outra em Jezreel residência de verão, uma casa de campo em nossos dias ou praia. A vinha de Nabote era contígua à residência de Nabote. A vinha Nabote  era pequena em relação ao que Acabe possui.

O interesse pela vinha de Nabote aparece como um atenuante, um anestésico paliativo para seu desgosto e indignação. A propriedade serviria de alento para as suas aflições.

VINHA AO LADO DO PALÁCIO - Hoje, com a evolução e o progresso mundial da mídia globalizada, o mundo passou a estar ao nosso lado e da nossa casa, entrando sem pedir licença. Programas de Reality Show são sucessos por anos seguidos, nos quais a cada edição há uma nítida preocupação em forçar relacionamentos promíscuos entre os participantes, induzindo a condutas permissivas, rebaixando os padrões morais a níveis baixíssimos, expondo relações sexuais explícitas ao vivo e a cores, sem nenhum constrangimento, pudor ou respeito. O único objetivo é garantir pontos no Ibope e o lucro fácil.

 
Bem localizada (ainda que ao lado do palácio (mas não fazia parte do palácio – assim estamos no mundo, mas não somos do mundo) de Acabe e Jezabel). De certa forma tratava-se de uma propriedade importante e valorizada.

 
Aprendendo a lidar com o desgosto de nossos oponentes: Acabe e Jezabel (Rei e Rainha) representam a autoridade das potestades representam o desgosto do nosso inimigo ante nossa posição firmada nas considerações pelo Senhor e pelos nossos pais, antepassados, história de livramento, as raízes de nossa fé. A investida de Jezabel contra Nabote revela: A Natureza corrupta e temível que possuía, de sorte que, muitas se submetem a sua ordem hostilizante (Anciãos e Nobres).

 
Ø  Porém, a recusa de Nabote serviu para acrescentar ainda mais o seu descontentamento e acentuar seus dramas. (c/ 20.43 a 21.4). A Politica Secular atual manifesta o seu desgosto pelas nossas posições e pelas nossas atitudes frente o sistema mundano. Querem tomar a nossa vinha a força.

Definição em Hebraico para “horta”

yereq (yeh'-rek); (com o sentido de vacuidade de cor); propriamente, palidez. Daí, por isso, um verde amarelado de uma vegetação nova e pálida.

Parece-nos que a idéia de Acabe era cultivar um local que o distrai-se e o ocupa-se. Uma atividade de plantio de hortaliças que lhe trouxe-se alguma forma de benefício. A horta que Acabe queria plantar na  vinha de Nabote, certamente seria de plantas ornamentais, para satisfazer o seu senso de  hedonismo. Tudo que Acabe queria era uma vida de prazer. O belo e o exótico que é o deus deste século. Se não cuidarmos, Acabe invade a nossa vinha.

 
VINHA – A HERANÇA DE PARA NABOTE

 
a)       A vinha de Nabote significava: Raízes familiares preservadas, identidade, conforto, tranqüilidade, segurança – Garantia de Futuro para os próximos herdeiros.

 
b)       Eram edificadas ‘torres’, donde se podia estar de atalaia para evitar as depredações do homem ou de certos animais, como o javali das selvas e os chacais (Sl. 80.13 – Ct. 2.15 – Is. 1.8 – 5.2Mt. 21.33). Necessidade de uma Torre para vigiar a vinha.
 

Trouxeste uma vinha do Egito; lançaste fora os gentios, e a plantaste. Preparaste-lhe lugar, e fizeste com que ela deitasse raízes, e encheu a terra. Os montes foram cobertos da sua sombra, e os seus ramos se fizeram como os formosos cedros. Ela estendeu a sua ramagem até ao mar, e os seus ramos até ao rio. Por que quebraste então os seus valados, de modo que todos os que passam por ela a vindimam? O javali da selva a devasta, e as feras do campo a devoram. Salmos 80.8-13

 

E cercou-a, e limpando-a das pedras, plantou-a de excelentes vides; e edificou no meio dela uma torre, e também construiu nela um lagar; e esperava que desse uvas boas, porém deu uvas bravas. Isaias 5.2
 

Ouvi, ainda, outra parábola: Houve um homem, pai de família, que plantou uma vinha, e circundou-a de um valado, e construiu nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e ausentou-se para longe. Mateus 21.33


c)        Era permitido aos pobres fazer a respiga nas vinhas e nas searas (Lv. 19.10). Os podadores também pertenciam às classes pobres (Is. 61.5). Jezabel e Acabe queriam tirar o lugar em que os pobres tinham pelo menos alguma esperança. Tem lugar na sua vinha pra os Pobres?

d)       O preço pago por Nabote foi muito alto o que demonstra o sentido e o valor da vinha para ele (NABOTE JUNTO A SEUS FILHOS SÃO APEDREJADOS E MORTOS – II Reis 9.25).
 
e)       Objetivo de Satanás no presente século: Tomar a vinha e sua essência, para convertê-la em Horta oferecendo um colorido a alma, a vida, as emoções, removendo a verdade cristalina do evangelho. Remover o sentido da existência em Cristo onde subjaz o significado metafórico de vinha.

f)        Acabe representa exatamente aqueles que não têm qualquer compromisso com o Senhor, com a herança e com o fruto.
 
g)       O mundo também é dominado por um rei e uma rainha. O rei do mundo, Satanás e sua rainha a carne, que são inimigos ferrenhos dos servos do Senhor e daqueles que buscam a salvação em Jesus.

 
 CONCLUSÃO

1.       O texto bíblico de I Reis caps. 20 e 21 - nos transmite a grande verdade profética da justiça divina sobre o reino pecaminoso de Acabe e Jezabel. (o que representa os reinos seculares fora da vontade divina, bem como, todos aqueles que se levantam ou se posicionam como inimigos do povo de Deus.)

2.       O texto propõe que lutemos pela terra prometida (As promessas de Deus), pois, Deus é justo juiz e a voz profética não tardará em se levantar a nosso favor. Existe uma Palavra Profética pronunciada sobre as nossas vidas. Jezabel disse que Nabote era morto. Porém, o Deus de Nabote estava Vivo.

Sob a lei do Antigo Testamento, uma herança não podia ser permanentemente dada, perdida, roubada ou vendida. Ela precisava ser restaurada por um redentor ou retornar à posse do seu herdeiro por direito no ano do Jubileu. (Jubileu, no hebraico quer dizer “Sonido de trombeta”, feita do “chifre do carneiro”). Instrumento de onde se extraia uma nota musical longa e aguda. Usado para anunciar o Ano do Jubileu.

Somente o Proprietário (Redentor / Herdeiro) O toque da Trombeta na sua vinda. Aleluia!

 

Nenhum comentário: